Grava um vídeo pornô caseiro linda muito linda carimbando buceta na pica com o vizinho puteiro em joÃo pessoa paraÍba - 4 min

Categoria:

Tag: , , ,

900 visualizações

vote:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (89 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Olá , vou fazer uma breve apresentação me chamo JULIA, ( nome fictício) tenho 24 anos, loira, magrinha mais com curvas definidas, seios durinhos e grandes, e alta! E adoro muito sexo, sem meias delongas vou descrever como conheci o meu mestre, sim um homem que passou a realizar todas as minhas fantasias e desejos, pois bem me separei a alguns meses e estava a procura de aventuras, foi então que baixei o TINDER rsrsrs e curtir o RAMON, (nome que ele mesmo escolheu) ele me curtiu e então começamos a conversar nada pra o lado sexual ainda, mais eu já tava louca para pedir nudes , mais vi que era um cara interessante e inteligente o papo rendeu por muitos dias, ate que marcamos de se ver, então ele me pegou no curso e saímos para um barzinho, dentro do carro mesmo eu já estava toda molhada de tesão naquela boca gostosa, barba bem feita, olhos cor de mel, mais fiquei na minha, então ele me mostrou um grupo de whats de amigos dele tirando onda que estavam curtindo foi ai que a mente do meu mestre começou a traçar algo picante então me propôs a fazer um vídeo sem aparecer meu rosto onde eu iria provocar os amigos deles, falando como terminaria nossa noite, o que? Eu, eu gamei, fiz o vídeo, e minha imaginação não parava de tramar coisas, então saímos do barzinho em direção a casa dele, mais no caminho eu estava piscando de tesão por ele, o negocio começou a pegar fogo, comecei abrindo a calça dele e comecei a acaricia-lo , a chupa-lo devagarzinho , pra maltratar mesmo, ele então parou em uma esquina e fiquei por minutos chupando aquele pau rosado, então tirei minha calcinha abrir as pernas e comecei a me tocar, minha buceta estava tão encharcada e assim continuamos o caminho paramos varias vezes,, estava encharcada ,nossa que delicia, ao chegar em frente ao condomínio dele eu pedi para não entrar naquela hora, queria que ele me comece ali mesmo, já estava tarde, não vimos ninguém na rua então no capo do carro ele me possuiu, me tomava com tanta força, e eu pedia mais e mais, a sensação de fazer na rua só fazia aumentar o meu tesão, sentia aquele pau me penetrando com tanta força, nos estávamos loucos de tesão, não conseguíamos parar de fuder , ele sentou no banco o fastou um pouco para traz e eu sentei em cima, cavalgava com movimentos circulares, tirava e colocava a cabecinha bem de devagar só para aquela rola arregaçando minha bucetinha, então entramos e continuamos no quarto, eu estava com meu brinquedinho na bolsa já imaginava que a noite ia terminar em sexo, “ adoro DP” pedi que ele comece meu cuzinho, ele obedeceu e começou a arregaçar meu cuzinho foi colocando devagarinho pegou meu MARANHÃO e foi colocando aos poucos ate eu sentir aquela sensação de submissão de não ter mais controle sobre seu corpo e apenas gozar de tudo aquilo, sexo anal me deixa louca de tesão, voltando logo depois foi a vez dele coloca seu pau no meu cuzinho ele abriu minha bunda pediu que eu a deixasse bem aberta e socou com muita força me deu calafrios de tesão, logo coloquei meu brinquedinho em minha bucetinha encharcada e assim continuamos, gozei primeiro me tremendo e se contorcendo em cima da cama ele não parava continuava com mais pressão, ate que mandou eu abrir a boca e um jato de porra veio com tudo, engoli aquele leitinho como se estivesse com fome, exaustos conversamos sobre sexo , perguntou sobre meus desejos, fantasias, a partir dai começou uma parceria de fodas incríveis , com 2 caras, com 1 mulher, irei descrever breve em mais contos, enfim encontre minha PF. Ouvimos o áudio que havia gravado na academia, foi simplesmente demais; ele ficou satisfeito em me ver toda faceira por ter liberado esse fogo todo que eu sinto!! Com o pau enorme dele eu pude ficar 100% satisfeita, prontinha para começar a sexta feira. No início da noite,resolvi sair e,como fazia calor,vesti uma camiseta,bermuda de sarja e chinelos pois gosto de sair bem a vontade,fui até um puteiro,logo apareceu uma linda morena,cabelos lisos pretos,1,70 cm mais ou menos,seios e bundas redondinhas,cintura fina,corpo perfeito,aparentava ter uns 23 anos,me aproximei e ela logo perguntou:E ai gato,vamos nos divertir juntos?.

"Quando eu tinha meus 19 anos, eu comecei um namoro com um garoto que se chamava Caio,e então, a gente sempre ficava só nos beijinhos… E isso não me satisfazia, ele sempre me dizia que era bom esperar, porém teve um hora que eu não aguento mais, e encontrei um velho amigo, que era meu ex o nome dele era Artur… Eu e o Arthur, conversamos muito numa tarde, até que o assunto sexo chegou… Muito nervosa, e daí ele começou a falar que ultimamente não estava fazendo essas brincadeiras… E que estava parado a um bom tempo, e eu comecei a falar as coisas que eu e o Caio, não fazíamos e ele contava as suas experiências e minha bucetinha já estava babando, molhadinha, até que ele tinha que ir… Recebeu uma chamada de urgência no celular e me avisou que precisaria, eu iria tentar leva-lo até a porta quando fui me despedir eu dei um selinho, e ele foi e sorriu e correspondeu o beijo, e entramos em um beijo intenso, molhado, deliciosos, mas… Não deu tempo e então… Na hora de sair recebi um puxão de cabelo, e um belo tapa na bunda e ele disse com o olhar mais safado “te vejo amanhã”… Imaginei, imaginei… Quando chegou, ele veio falar comigo,e ele já chegou me beijando, como se estivesse com desejo enorme por mim, e eu não fiz por menos, eu me entreguei para aquele homem maravilhoso… Logo estava totalmente nua, caprichei em cada detalhe para ele, bucetinha limpinha, sem pelo, pronta para ser devora por uma boquinha nervosa como a do Artur, e ele caprichou, me deitou, e me fez gozar, e ele me fez sentir o prazer que jamais sentir…Gemia, muito – Ahhhhh, Artur, náo para, pfvr… Não pare…E ele continuando numa intensidade, que meu deus…ele me sugava por completa… E depois estava na hora de retribuir o presentinho, dei um oral maravilhoso nele, não esqueci de nenhuma parte e dei carinho necessário a todas elas…Até que ele me jogou para ficar de quatro e receber a sua rola, espera, sua maravilhosa rola… Ele falava – Saionara, sua puta, estava querendob minha rola, não era? Estava com saudades do amiguinho não estava? eu vou gozar sua putinha… AhhhhhhhhE foi muitos tapas, na cara, na bunda, na bucetinha, e adorei! Tanto adorei que terminei com o Caio e estou numa maravilhosa amizade com meu bem, Artur""Alberico já chegara aos setenta anos e não estava mais “dando conta do recado” com sua esposa, a linda Carmen, 15 anos mais nova e ainda curtindo muito transar.

Meteu a mão por entre minhas pernas ele descobriu que eu estava sem calcinha…Olhou para mim e eu paralizada de medo pela atitude de louca percebi aliviada seu sorriso:-Muito bem Flavinha! É assim que te quero a partir de hoje…vou te ensinar tudo para que seja minha putinha.

Quem leu um dos últimos contos sabe que dei para o filho do vizinho e seus amigos.

-Perfeito! amanhã então!Depois da conversa no chuveiro gozei muito, estava morrendo de tesão, quase nem dormi direito pensando no outro dia, me arrumei pra aula e no horário combinado fiquei esperando Larissa na sala, ouço dois toques na porta, era ela, vestida com aquele mesmo vestidinho mas com uma jaquetinha pois estava frio, entrou, não disse nada, nem eu! fechei a porta com a chave e logo coloquei ela sentada sobre a mesa, começamos a nos beijar intensamente derrubando aquele livro da mesa, o beijo quente, molhado alternando mordidas enquanto eu arranhava sua cintura quase rasgando o vestido, tirei uma alcinha só do vestido e fiquei lambendo o bico enquanto com a outra mão puxando a calcinha pro lado massageava o grelinho até sentir melando meu dedo, depois tirar o melzinho da buceta dela e passei no bico do outro seio pra chupar, quando fui pro outro seio dei uma puxada forte no seu acabelo e comecei a chupar sem parar, ouvíamos barulhos na sala ao lado, conversas, pessoas passando o que deixava o tesão maior ainda, sem tempo para chupar muito a bucetinha dela, segurei suas costas abri o ziper da calça e já fui enfiando na buceta dela muito rápido e intensamente, quanto mais ela gemia mais forte eu eu metia e com mais tesão ficava, estava maluco de tesão com aquela situação, ela pedia pra eu meter mais na aluninha tímida, se mordendo toda eu fodia mais e mais, ao final tirei o pau e gozei no chão mesmo. – Isso vai acontecer de novo?No dia seguinte quando cheguei da escola fui na internet para ver pornografia, eu via aqueles garotos levando cada pica enorme no cu sem reclamar e ainda pedindo mais, então eu pensei, (é que até agora eu não transei com ninguém dotado e o meu cu não esta acostumado), mais ai eu pensei (o que posso fazer) e a resposta veio na minha cabeça, vou comprar um vibrador para me acostumar, fui então a um site de um sexshop e escolhi um vibrador de 20 cm, liguei e perguntei se eles entregaram na minha cidade e a atendente disse que sim, então comprei no nome da minha mãe, peguei um dinheiro que eu tinha e paguei o boleto, então foi me dito que seria entregue pelo Sedex na tarde do dia seguinte, fiquei ansioso, dormi e fui na escola, voltei correndo, cheguei em casa e fiquei esperando, lá penas 2 tocou a campainha, o entregador disse que tinha uma entrega no nome de minha mãe, eu disse que ela tinha saído e me avisou para receber a encomenda, o entregador apenas me pediu para assinar um papel e deixou o pacote … peguei o pacote e fui direto para o meu quarto, abri e era exatamente como que queria, um vibrador rosa liso, li as instruções de uso, como veio sem bateria fui correndo ao mercado próximo a minha casa para comprar as baterias, voltei correndo, tranquei o portão e as portas e fui direto para o meu quarto, ai eu vi que não tinha lubrificante, como estava ansioso fui até a cozinha e peguei margarina para usar como lubrificante, coloquei as baterias e passei a margarina no vibrador, tirei a roupa e fiquei de lado para poder enfiar o vibrador no meu rabo, ele entrou com uma certa dificuldade, doeu sim mais aos poucos fui me acostumando com ele, eu enfiava um pouco e esperava, aos poucos foi indo até que entrou tudo, ai então liguei o vibro, era uma sensação incrível, aumentei o vibro até eu gozar, gozei feito um cavalo, nunca tinha gozado tanto, depois de gozar não tirei o vibrador do meu cu, apenas desliguei o vibro e deixei ele no meu cu para eu poder acostumar, fiquei assim por mais o menos 2 horas, quando vi que meu pau já estava duro novamente, ai liguei o vibro e comecei a bater uma punheta, fiquei assim por algum tempo até gozar novamente, já estava quase na hora de minha mãe chegar, então tirei o vibrador do meu cu e limpei a bagunça toda, quando fui tomar banho olhei para o meu rabo e vi que ele estava meio aberto, fiquei satisfeito … a partir deste dia passei a usar o vibrador todos os dias de tarde por mais de duas horas, isso foi alargando o meu cu até que eu decidi comprar um vibrador ainda maior, era um big vibrador enorme e muito grosso, quando fui usar quase morri, mais isso eu conto na próxima história.

O Rui e o João levaram as mulheres e, quando o Carlos se preparou para penetrar a Cristina ficámos todos a assistir, o João tinha levado a câmara para gravar todo o arrombamento. Pronto no dia seguinte já estava ele me ligando e me dizendo varias coisas que eu era linda, que tinha se apaixonado, que queria sair comigo, pra encurtar, marquei na quarta lá na mesma cafeteria, mas ele falou que era casado e que era ruim se encontrar lá, pensei, vamos direto ao assunto então, falei me paga aqui perto de casa numa avenida no ponto de onibus, ele chegou e me pegou na hora marcada, elegante e cheiroso, falou oi e disse para onde quer ir, falei para o um motel e indiquei o caminho. Como sempre fui um bom ouvido para qualquer pessoa, marquei em uma padaria, aonde poderíamos tomar um café e conversar. Chamei o caseiro e mandei tirar os cães dali, pois logo chegaria visita, ele levo-os e os amarrou no galpão, para de noite leva-los pra outro lugar.

"Numa 5ª feira a noite, precisamente dia 28/01/16 estávamos em nossa casa tomando umas cervejas e nos despedindo, Roberto iria com a mudança para SP no sábado e Angela iria direto da Paraíba para encontra-lo.

Ver Informações