Video amador fora do normal novinha muito cavala engolindo pica engatilhando pronto pra jorra porra para tarado de mg - 1 min 29 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

2642 visualizações

vote:

Colocava a língua dentro da boceta, tirando parte do melzinho e chupava, engolindo tudo, depois colocava o clitóris entre os dentes e sugava com força, enfiando dois dedos bem fundo. Até os 18 anos eu ainda era virgem e não tinha namorados, tinha paqueras rápidas com os meninos do condominio que sempre acabavam resultando em cintadas para mim, meu corpo também ainda não era ainda muito desenvolvido, mas dos dezoito aos dezenove anos minhas formas deram um salto de repente, passei de menina magrela para novinha gostosa, foi quando meus maiores problemas começaram com os rapazes loucos para me comer e o papai fazendo guarda feroz!Naquela época notei uma mudança radical em papai, qualquer reclamação ou suspeita da mamãe ele me castigava de um jeito diferente agora. QUERIDA ELA É UM AMOR, E VOCÊ MUITO MAIS E DEI-LHE UM LONGO BEIJO NA BOCA, ESTAVA LOUCO PARA TRANSAR POIS JÁ FAZIAM 15 DIAS QUE ELA VIAJARA.

Ele berrava de tesão e não parava de jorrar aquele leite grosso… Gozou prá caralho…– Engole toda a porra sua puta safada!!Engoli tudo até que ele tirou sua pica já amolecendo de dentro da minha boca.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. -Ele disse que o Diego tinha um vídeo seu… Que você estava fudendo. Firme e no maior pique, coloquei ele na beira da piscina e voltei a chupar como louca, me colocou de lado e comeu gostoso minha bucetinha que há essa altura estava bem molhada e inchadinha, fizemos 69, esfregava aquele pauzão no rosto na boca nos peitos, e quando ele me chupava ele simplesmente atolou o dedo no meu cuzinho, quase gozei de novo, nunca tinha introduzido nada ali, arrepiei toda, ele viu o tesão que fiquei , aí ele perguntou se o filho dele nunca tinha fodido meu rabinho eu disse que não nem um dedinho, ele foi loucura e disse que ia comer meu cuzinho, eu disse nem pensar, não ia dar conta, na bucetinha já estava custando imagina no cuzinho, então ele me deitou na rede de bunda pra cima e começou a lamber meu cuzinho fiquei louca, enfiou o pauzão de novo em minha xaninha e começamos novamente um vai e vem descontrolável, só pedia pra ele não enfiar tudo pois ia me machucar, ele foi acelerando e não parava nunca, sentou num banco alto me segurou pela cintura e deixou minha bucetinha ir engolindo aquele mastro conseguia ir ate a metade, que delicia, nisso seu filho, meu namorado liga e perguntou como eu estava, e nesse momento estava com a rola de seu pai entrando e saindo, respondi ofegante que estava correndo na rua e não podia falar naquele momento, desliguei e meu sogro acelerou, tinha hora que ele introduzia um pouco e eu sentia uma dorzinha, aí ele me colocou sentado numa banqueta alta e empinei pra ele, minha bucetinha e meu cuzinho todo oferecido, ele passou a língua e começou a morder minha bunda e meu cuzinho, comecei a piscar pra ele foi quando ele introduziu o dedo eu dei uma gemida tão louca que quase entrei em transe, comecei a rebolar no dedo dele como se tivesse fodendo seu pau, então ele levantou e começou a esfregar a cabeçona dura no meu cuzinho todo lubrificado, pedi pra não enfiar no cuzinho, mas no fundo estava querendo sentir, mas também com medo, ele todo firme falou relaxa vou de vagar, foi forçando a cabeça, era impossível aquilo entrar, ele forçando e de repente relaxei a metade da cabeça entrou e deu um ardido, as pregas do meu cuzinho estavam sendo literalmente rasgadas, aí ele enfiava de vagar e tirava pra eu me acostumar, daí ele foi forçando até aquela cabeça monstra entrar ardeuuuu, mas eu queria dar uma de experiente, eu mesma comecei a mover meu corpo fazendo a cabeça entrar e sair do meu cuzinho, até eu ter outro orgasmo, não deixei ele forçar o pau dele no meu cuzinho pois fiquei com medo de não voltar ao normal, kkkkkk, fui fazendo movimentos de vai e vem sentindo toda potencia daquele enorme pinto, estava exausta, ele percebeu que já estava cansada de tanto levar rola, então ele me sentou e fez eu chupar até ele me dar um banho de porra que jorrou por todo meu rosto e seios, suguei e lambi tudo, pela primeira vez tinha recebido porra no rosto e na boca, que delicia, essa foda com meu sogro foi alucinante….

Abri bem a boca, tentanto apontar o pau para dentro… Envolvendo-o com a mão, pude sentir as pulsações se intensificando até explodirem num jato de porra, seguido de outros menores.

Disse que estava pronto e aguardou. Nas primeiras páginas, o que tinha era uma loira cavala bem deliciosa em poses que me deixavam de pau duro toda vez que abria aquela revista.

rnMeu sogro sabia como dar prazer a uma mulher e então ele me pegou pelos cabelos e disse tarado:rn-agora…é sua vez de fazer teu macho gozar gostoso putinha…chupa minha pica…quero encher essa boquinha gostosa de porra…chupa putinha safada…rnEle meteu aquele pauzão enorme e grosso entre meus lábios, e me segurando pelos cabelos começou a fuder minha boca sem dá…de vez em quando até me engasgava mas nem me importava e tentava dar o máximo de prazer ao meu sogro safado e logo ele gemeu alto e começou a gozar que nem louco sussurrando:rn-ahh…que boca gostosa…tem minha putinha…to gozando…hummm….

Ver Informações