Amador brasileiro esposa puta perfeita comendo esposa vagabunda com ex-marido – ba

2558 visualizações

7 seg

Categoria:

Tag: ,

2558 visualizações

7 seg

Categoria:

Tag: ,

Amador brasileiro esposa puta perfeita comendo esposa vagabunda com ex-marido – ba

Amador brasileiro esposa puta perfeita comendo esposa vagabunda com ex-marido – ba

– Hummmm!! Quero ver! Me mostra! – ela falou finalmente. – Sim, muito sério pra mim.

"Aconteceu em fevereiro de 2010 na cidade de Redenção, no estado do Pará. Cabiam perfeitamente em minhas mãos macias e atenciosas.

-Tá gostando vadia… quer seu negão no seu cuzinho, vagabunda?, divertia-se.

Depois de gozar, voltou a elogiar os brasileiros.

Ríamos e a transa fluía… muito bom começar um sábado assim!Mas eu sabia que ela não iria resistir.

– Provavelmente seu ex-marido fazia todas as libertinagens com outras mulheres, mas com ela, mantinha um sexo bem morno.

Vou contar como eu comecei a sair com minha professora da faculdade , Luiza que tinha cabelos negros , era um pouco mais baixa que eu e tinha 60 quilos muito bem distribuídos , deixando todos os meninos da minha sala loucos. Pode ser que, depois, resolvessem assumir um namoro e até casar, pois tinham muitas afinidades. Antonio passou a mão no rabo da esposa e tomou um tapa, Angela parou de mamar e olhou para o marido, ficando só batendo punheta para Gabriel.

Ela pediu mais agua, entreguei a agua para ela, abracei-a por trás e comecei a acariciar a buceta dela que estava úmida e quente, enquanto ela tirava o sabão da pica do Silvio, abri um pouco as pernas dela e meti minha rola na xaninha, que entrou sem forçar, ela estava muito molhadinha, cheia de tesão, continuei comendo ela enquanto ela punhetava ele, em pouco tempo ela ficou curvada chupando o pau dele e eu comendo a buceta dela por trás dando estocadas fortes puxando a bunda dela fortemente contra meu pau.

Sorrindo, fez o sinal de positivo para algo que ele disse, ajoelhou e pegou no pau dele, colocando na boca e chupando mais uma vez, até receber jatos no rosto, engoliu uma parte e voltou a chupar o pau dele, deixando-o limpinho. E ai corno – se dirigindo ao meu marido que estava só nas fotografias – Pode ficar tranquilo que vamos apagar o fogo da piranha da sua esposa. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.