Amante Novinha Gostosa Rebolando no Pau

380 visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

380 visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Amante Novinha Gostosa Rebolando no Pau

Amante Novinha Gostosa Rebolando no Pau

Fiz tudo conforme o combinado e por volta das 21h cheguei ao endereço que ela havia passado.

"Quando voltei os beijos, esfregação e arretos prosseguiam.

Continuei rebolando e ele meteu um dedinho dentro do meu cú, que tesão que me deu, comecei a rebolar mais freneticamente e ele meteu outro dedo, caralhoooooooooo que delicia, falei ta doendo mais ta gostoso , fode a sua putinha fode, foi a deixa.

Terminando de me vestir, meu tio me virou de costas pra ele, começou a pegar na minha bunda e disse:– Isso Bruninha, bem gostosa assim, quase tão gostosa quanto a tua namorada peituda. Tive um momento que o sortudo tem que conviver, quando sentávamos vc de pernas cruzadas, sua coxas continuava atraído olhares deixando o tesao brotar nos dançarinos que não conseguiam disfarçar seus olhares e eu vibrando de ver minha amante gostosa e provocante ser desejada por tantos e se entregando pro negão que ficava ainda mais doidao de tesao por está te exibindo e ver vc que insinuava com seu charme e sua sensualidade deixando os caras de olhos cravados em vc.

(continua)minha esposa é morena, tem 27 anos, não é do tipo que faz academia, mas é bonita e sempre tem algum cara dando em cima dela.

Enquanto me comia o cuzinho ele apalpava os meus peitos com uma mao e com a outra dava palmadas no meu rabinho, isso me deixava com mais tesao ainda, os meus gemidos estavam descontrolados a respiração alterada, mas ele ainda n estava satisfeito e me comeu de ladinho, foi a melhor transa que podia ter acontecido.

Eu podia notar que a forma como ela me encarava não era a de uma cliente normal querendo saber apenas sobre filmes.

Entre uma cerveja e outra os ânimos já estavam exaltados e e comcei a sentir uma vontade enorme de agarrar Amanda!Então, resolvi ir ao banheiro e chamei Amanda pra ir junto.

Não acreditava que aquela gatinha, pequenina e novinha pudesse ser tão safada.

E entre suas coxas brotava um coraçãozinho! Até parecia pulsar!– É mesmo – parecia admirada – Que lindo!– Muito – respondi.