Brasileira amadora esposa gostosa comendo esposa vagabunda enquanto tarado grava da barra da tijuca – rj

1 min 21 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

1 min 21 seg

Categoria:

Tag: ,

Brasileira amadora esposa gostosa comendo esposa vagabunda enquanto tarado grava da barra da tijuca – rj

Brasileira amadora esposa gostosa comendo esposa vagabunda enquanto tarado grava da barra da tijuca – rj

Luiz já viu peão querer o nome deles ligado a viado, os caras tudo tirado a fudião? morre de medo, armo barraco boto a boca no trombone ou na pica mesmo eles tão fudidos.

Bem, a sedução dos americanos pelas brasileiras começa… pela bunda! Então, quando ele se dispunha e me ensinar alguma coisa, eu colocava os menores shortinhos para realçar meu bumbum. Fomos ficando mais velho ate que uma das vezes eu falei pra ele me chupar… e acabei gozando na boca deleEntao conheci minha futura esposa e ainda saia com esse amigo, mas agora não tanto como antes…Mas quando saiamos, comecamos a fazer outras coisas…. Nessas horas meu rabo sangrava muito e eu estava assustado com a conseqüência.

Ele a levantou novamente, tirou seu vestido de vez(que já estava todo molhado da baba dela),a posicionou de 4 de lado no sofá com a cabeça bem baixa,nesse momento eu me manifestei,falei:CARLOS,VC TEM CAMISINHA AI?Ele me olhou e respondeu,CARA SOU CASADO A 5 ANOS,NÃO USO ISSO,VC TEM?Eu fiquei em silencio, ele voltou o olhar para o Camila, encostou seu pau na entrada da bucetinha dela e a penetrou,ela deu um gemido e tentou ir para frente, ele acompanhou o movimento e entrou mais fundo ainda,e começou a foder forte dês do inicio, enquanto ele metia começou a soltar uma sério de palavrões,chamou ela de puta,cadela,biscate,ela apenas gemia alto e eu observava espantando com oque estava assistindo…Ele mandou ela levantar a cabeça e apoiar as mãos, começou a meter apertando os 2 peitos dela e puxando contra o corpo e disse VAMOS VER SE ESSE SILICONE É BOM MESMO,Ele apertava super forte, cheguei a pensar que a prótese ia estourar, Camila gemia super alto, acho que algum vizinho ate reclamo pq o interfone tocou algumas vezes…Carlos largou os peitos da minha amada e mandou ela abaixar a cabeça novamente,ele metia e abria a bunda dela com as 2 mãos,ele disse, COLOCA AS MAÕES PRA TRAS E ABRE VC SUA BUNDA PRA MIM VADIA,Camila obedeceu e ficou mais entregue ainda,a buceta dela chegava a pingar,Carlos enquanto metia pegou o dedo indicador e começou novamente a penetrar no anus dela,ele guspia e enfiava o dedo cada vez mais,Camila que estava com, as mãos para trás teve a reação de tentar tirar a mão dele,mais tomo um forte tapa na bunda,ele tirou o dedo agarrou ela pela cintura e começou a foder muitooo forte,ela quase chorava, ele as vezes parava e dava uns tapas bem fortes no traseiro dela,chingava ela de td e continuava a meter,ele pegou o polegar e meteu inteiro no anus dela que nem esboçava mais resistência,apenas abri a bunda como ordenado, já tinha passado mais de 45 min que ele estava comendo ela de 4 sem parar,ele voltou a penetrá-la com o indicador,o dedo estava até no talo no cu dela,ele tirou e começou a enfiar 2 dedos sem nehuma resistência de minha namorada,ela estava tomando na buceta forte com 2 dedos no rabo,quando Carlos tirou os dedos pude vir que ela tinha se borrado um pouco ,ele limpou na bunda dela e voltou a penetrar os mesmos dedos e continuar a meter….

E assim foi acontecendo pegamos ela na quinta feira ela estava radiante, fizemos uma programação para sair com ela todos os dias, fomos na lapa, nas prais da Zona Sul, no Sabado levamos ela para conhecer a regiao dos lagos, ela ficou maravilhada, Num destes dias que saimos sabado a noite, fomos a um barzinho na tijuca com música ao Vivo, neste dia ela estava linda, com um vestido relativamente curto porem não estava indecente toda maquiada cheirosa demais, fiquei impressionado, podia contar de um em um minuto chegava alguém em cima dela, e estavamos bebendo cerveja e eu ofereci uma caipirinha para ela, que ela aceitou na hora,minha esposa falou para ela ficar tranquila e se divertir que nos estaríamos ali com ela sem problemas, lá pelas três da manhã ela e minha esposa já estavam pra lá de bagda, tomaram todos, eu que não sou bobo fiquei no sapatinho sá observando, em um momento quando minha esposa foi ao banheiro, ofereci mais uma caipirinha para ela e ela já meio alta falourn que não sabia que já estava tonta e estava com medo, eu falei para ela que poderia ficar tranquila que eu estava ali e ia cuidar dela, neste momento ela chegou e falou que gostaría que seu namorado fosse igual a mim, que ela seria muito feliz, que minha esposa tinha falado muito bem de mim e que ela tinha sorte.

Então eu disse: Toma sua puta, piranha, vagabunda, ordinária, toma que depois eu vou arrombar o seu cú filha da puta. Enquanto conversava com Jane percebi que ela me olhava com segundas intenções, o olhar safado e as leves mordidas que ela dava nos seus lábios revelavam um tesão contido porém aparente, para ter certeza de que ela estava afim de sexo eu acariciei intencionalmente a sua mão e automaticamente ela correspondeu, me apertou bem forte, pronto, eu ja tinha o sinal que precisava. SAimos dali e fomos direto pra um motel, entramos ao dwescer do carro comecei a beijar ela bem gostoso, entramos no quarto, eu beijando ela gostoso moredendo o pescoço ela começou a gemer gostoso, e a dizer que estava carente que o marido nao estva comendo ela direito, que o casamento nao estava bom, e eu beijando gostoso, mordendo, fui tirando a blusinha dela beijando os peitinhos, chupando eles todinhs bem gostoso, passei a mao na bucetinha por cima da calcinha e percebi que estava molhadinha, tirei a calcinha deitei ela na cama e cai de boca na bucetinha toda depiladinha, nossa ela se contorcia todinha, gemia gostoso ficava maluca, eu tirei a calça e fiquei so de cueca ela passando a mao no volume ficou maluca e falou nossa que rola grande, puxou ela pra fora, olhou e nao acreditou quando viu a rolona saltando pra fora, grande e grossa 19 cm de pica todinha ali na frente dela, ela começou a chupar, parecia que nao via uma rola a muito tempo, eu fiquei maluco com a boca dela na rola mamando gostoso, nossa que boca gostosa aquela, puxei ela pra cima deitei ela novamente beijei carinhosamente a boca dela, passei a mao na bucetinha, ela me olhou com carinha de tesao, carinha de quem esta dizendo me fode bem gostoso meu macho gostoso, eu olhei bem dentro dos olhos dela, e passei a rola na entradinha da bucetinha dela, ela deu um suspiro, um gemidinho gostoso me olhando nos olhos ainda, eu empurrei a cabecinha da rola, que entrou gostoso, parei e deixei ali na entradinha, ela quase chorando de tesao, me olhada e me chamava de gostoso, falava que pica gostosa, eu fui empurrando devagar até entrar todinha dentro, e parei um pouco, deixei ele la dentro e fiquei sentindo aquela bucetinha engolindo a pica todinha, olhei nos olhos dela e chamei ela de gostosa, dai passei a movimentar a rola dentro num vai e vem devagar, bem compassado pra ela sentir cada pedacinho da rola dentro dela, ela gemia gostoso, ficava maluca, começou a gemer alto, nao aguentei e mandei rola com força nela, bombava gostoso, ela urrava gostoso na rola, eu bombava cada vez mais forte, ela começou a gritar e a gosar gostoso na pica que gosada gostosa ela deu, eu dei uma diminuida mas mantive a rola dentro dela, deixei ela relaxar e voltei a movimentar bem devagar, e devagar fui metendo gostoso, e metendo, ela começou a gemer novamente na rola, e eu fui metendo e metendo ela louca de tesao começiou a gosar novamente, gousava igual uma louca na rola, a porra dela escorria e minha pica estava toda melada de goso dela, dai nao aguentei mais olhando aquela bucetinha toda melada e gosada, minha pica toda gosada do goso dela e minha pica inchou dentro dela e gosei gostoso, enchi a bucetinha dela de porra.

Nao aguentava mais de tezao ai patricia saio por alguns minutos e voltou e falou vem amiga isso e pra voçê e deu a ela uma camizinha eu falei pera ai que isso ai patricia falou assim david quem ta na chuva e pra se molhar ai minha esposa assim calma amor nao vai me decpicionar voce acha que vou so chupar isso voce deve estar brincando senta ai e veja sua gata ser devorada por um outro macho e roger me olhou e deu uma piscada e falou relacha cara e curte a festa ai ela tirou a saia colocou a camizinha no roger e falou amor olha so isso vem aqui e curte o pau de roger nao era pequeno nao e ele colou a calcinha de lado e ela virou de costas pra min e encaixou o pau na buceta e sentou com uma vontade que entrou tudo de uma so vez e deu uma urrada e falou amigaaaa que delicia e patricia falou aproveita linda que e devora tudo e patricia assim relaxa querido que tua gata ta aproveitando e raquel falou assim amor olha so eu sentada em um pauzao deste e voce ai curtindo sua gata ser bem fudida quem diria e comecou a cavalgar no pau de roger e patricia do lado vendo minha esposa se deliciando. "Esta é a continuação do conto Meu sobrinho tarado, você pode procurar pela primeira parte do conto aqui no site, ou ouvir diretamente no nosso canal.