Caiu na net video amador peitudinha super boqueteira num boquete fantástico dando para marido – pr

2831 visualizações

1 min 33 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

2831 visualizações

1 min 33 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Caiu na net video amador peitudinha super boqueteira num boquete fantástico dando para marido – pr

Caiu na net video amador peitudinha super boqueteira num boquete fantástico dando para marido – pr

Ela era desde cedo uma boqueteira de mão cheia. – Gente, eu não explico nada do que aconteceu, mas achei fantástico.

Já tinha rolado boquete, chupação de xotinha e Moacir estava comendo a esposa, quando Julieta chegou. Entusiasmada e ao mesmo tempo assustada, ela telefonou para o marido, perguntou se ele queria mesmo que ela transasse com outro homem, ele garantiu que sim.

– Seu idiota! Num sabe que caçar é proibido?!Depois de ler este conto, acesse o vídeo em:Depois de muitas conversas e várias discussões minha esposa passou a entender que também sentia falta de algo novo e mais quente, entretanto havia ao longo da vida adquirido padrões vitorianos de liberdade sexual, para entenderem até mesmo se tocar ela ainda não dominava e nem mesmo sentia o prazer de verdade que isso pode dar. Fiquei aguardando para ver o que ia acontecer e senti um sobressalto quando ouvi a voz de Carlos.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Pena que foi rápido""Bom como prometi, vou contar o que aconteceu quando aquele surfista (Bruno) foi para minha casa em Riviera pela segunda vez. Neste momento minha esposa retornou e paramos a conversa, mas ficou um clima no ar e a troca de olhares, não acreditei quando isso aconteceu, pensei comigo deve ter sido o efeito da bebida, saímos dali e fomos embora super animados os três a noite tinha sido átima, no outro dia acordamos tarde e fomos para praia estava sol e o mar maravilhoso, quando minha esposa foi na água ela comentou comigo que ficou com minhas palavras na cabeça, eu falei que aquilo foi efeito do álcool, mas ela falou que lembrava de tudo e que gostou do que falei se era verdade e eu falei que sim que tudo era verdade.

Não era grande mas estava bem duro e fiquei tocando uma punheta pra ele um tempo até que senti sua mão no meu rosto, era áspera, parecia pedreiro, foi indo até minha nuca e forçou minha cabeça para baixo, tentei resisti mas ele insistiu e eu acabei cedendo e caindo de boca naquela pica.