Casal Liberal De Moema-sp Pega Um Taxista De Jeito E Marido Corno Faz Porno Amador

6 min

Categoria:

Tag:

visualizações

6 min

Categoria:

Tag:

Casal Liberal De Moema-sp Pega Um Taxista De Jeito E Marido Corno Faz Porno Amador

Casal Liberal De Moema-sp Pega Um Taxista De Jeito E Marido Corno Faz Porno Amador

Entramos no mundo liberal a 3 anos, já vivemos menage, swing, ela adora dp aguenta os muito dotados uma verdadeira puta na cama, multiorgasmica. Ele me confidenciou que frequentava paginas de sexo na internet, vendo filmes pornos, contos eróticos e sites de homens demonstrando as suas mulheres nuas, porque aquilo deixava com tesão é sempre ficava imaginando sexo daquela maneira comigo, olhar as mulheres com biquínis sexys, mas nunca esteve com outra mulher. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Eu faço faculdade, e um dia desses estava chovendo muito aqui na cidade, acabei pegando um taxi, porem eu estava muito excitada… Entrei no taxi, era um taxista coroa já, bem arrumado, dei uma olhada na mala dele, fui que queria ir para o centro da cidade, da minha faculdade até meu apt leva uns 10 min, com chuva levou uns 20 min por causa do transito e tudo mais, chegando na frente do meu prédio, eu fui pagar o taxista e faltou 5 reais, nisso ele disse que tudo bem, que ganhou o dia levando uma moça tão jovem e bela como eu… nisso eu bem safada como sou, estava louca por “algo” ehhehehe. Afinal, é um antigo colega que encontrei por acaso, perdido na cidade!– É, mas esse colega andou transando muito com a esposa dele… ele sabe?– Clovis, essas coisas não se falam para um marido… são segredos que a gente guarda pro resto da vida!Entraram, sentaram, ela fez um café, tomaram e ficaram conversando e aí, lógico, as coisas do passado retornaram e sem que eles se dessem conta de como começou, lá estava ele mamando nos seios dela, que abaixara a camiseta e gemia, lembrando os bons tempos. Senti um misto de dor e prazer inexplicável, quando ele deu mais estocada mas forte com a dor soltei um grito e enfiei minhas unhas em suas costas daí ele já estava dentro de mim totalmente, ele começou um vai e vem bem devagar e seus suspiros viraram gemidos ele posicionou sua boca e meu ouvido e seus gemidos foram ficando mais forte, eu não tinha mas dor comecei e sentir uma sensação nova e maravilhosa nossos corpos apesar da diferença de tamanho se encaixaram perfeitamente ficamos desse jeito por alguns minutos até que ele ergueu seu corpo passou a estocar mas rápido e me olhar nos olhos com um gemido rouco ele estremeceu e gozou ele tremia deitou sobre mim deu pra sentir seu coração batendo descompassado, nus beijamos até que voltei a mim e lembrei que não tinha avisado minha irmã onde estaria não tinha dado conta do tempo já passava das 16h eu estava ferrada no meio de risadas e gritos de “ to ferrada ” nos vestimos e ele me deixou na esquina de casa.

– Você parace meio nervosa…-Não é nada Gato, fiquei com saudades, só isso!Colocamos as bebidas na geladeira e cada casal foi pro seu quarto descansar, para aproveitarmos a noite. Sendo assim ele autorizou eu e ela continuarmos o que fomos fazer no motel, porém ele disse; “ Sou um corno apaixonado “ eu e ela metemos por muito mais tempo ele o marido tinha momentos que não consegui ficar perto vendo sua mulher gozar e gemer por inúmeras vezes e ele ia ficar dentro da sauna.