Comendo o cuzinho da minha esposa

2338 visualizações

24 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

2338 visualizações

24 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Comendo o cuzinho da minha esposa

Comendo o cuzinho da minha esposa

Cheguei la ele com a rola pra cima, botei a camisinha nele enquanto a outra mao minha estava tentando abrir um pouco meu cuzinho…Fiquei de quatro e ele com calma foi colocando, e eu gemendo, metade dor, metade prazer…10 minutos na calma a dor foi passando…-Agora tu fode esse cu com força ja que me atiçou.

Fique sabendo que tinha dois funcionários na empresa que eram os comedores de quase todas. Depois de chupar mais um pouco, Claudia tirou ele da boca e ainda segurando nele disse:-Nossa…imagina você gozando assim na minha bundinha!A essa altura, eu ja estava implorando para entrar em algum motel com a minha loirinha, Claudia não largava meu pau, e disse que estava doida para sentar nele…mas só para provocar e me deixar louco, disse que iria embora para me deixar com mais vontade e que no proximo fim de semana nos encontraríamos novamente para realizar outra “aventurinha gostosa” como ela mesma nomeou nosso delicioso encontro.

Depois fomos para o quarto ele nem deixou tirar o biquini e foi me comendo de quatro e falando que o garçom tinha ficado de pau duro em ver com aquele Biquini e isto o tinha deixado com muito tensão, fundemos como a muito não faziamos.

Levantei ela e fui descendo minha boca, parando por um bom tempo em seus seios empinados e continuando em meu caminho até o seu algo a mais.

Ele entra e escuto eles conversando, resolvendo o problema e então eles entram no quarto, onde supostamente tinha mais um defeito, e percebo que os dois estão bem empolgados, eu consigo espiar, mas eles não conseguem me ver, vejo que minha esposa está se insinuando para o rapaz, chegando perto, encostando nele e ele por sua vez retribuindo, já mostrando estar excitado, até o momento que caiu o controle no chão e os dois se agacharam pra pegar a coisa esquentou, começaram a se beijar e um a passar a mão no outro. Depois que nos formamos, ela desapareceu, como tinha meu endereço ela me escrevia cartas de vez em quando.