Esposa novinha cavalgando no ricardão. O maridão adora filmar

873 visualizações

1 min 6 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

873 visualizações

1 min 6 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , ,

Esposa novinha cavalgando no ricardão. O maridão adora filmar

Esposa novinha cavalgando no ricardão. O maridão adora filmar

Me jogou pro lado e já foi subindo em cima de mim enquanto arrancava o vestidinho, eu mal tive tempo de tirar a roupa e ela já estava no meu pau, cavalgando como louca, fiquei impressionado ao ver seus peitos, nunca tinha reparado como eram grandes, ela nunca se vestia para os valorizar, ficavam pulando na minha frente e ela gemendo alto, aumentei a musica para meu irmão não ouvir e ela cada vez fazendo mais rápido, parecia que ia arrancar meu pau fora com as reboladas que dava, levei uns minutos para acreditar que minha priminha que era chata de tão certinha e odiava que falasse de homens era essa devassa na cama, melhor que muitas das mulheres que já comi, a coloquei de quatro, e fazia com força, ela mordia o travesseiro para não gemer muito alto mas mesmo assim fazíamos muito barulho e fiquei com medo de que nos ouvissem, já fazia horas que estávamos metendo sem parar, meu irmão poderia acordar e nos ouvir, a coloquei para chupar e quase gozei, ela chupa com gosto o pau, as bolas, faz tudo certinho, fizemos muitas posições até que a mantei ficar de quatro de novo e coloquei lubrificante (que deixo ao lado da cama tmb) no cuzinho dela, vi que ela deu uma retraída e falei para ela que íamos tentar devagarzinho, ela não se mexeu e eu coloquei com calma aos pouquinhos, ela não segurou e deu um grito de dor e mandou tirar, pedi para ela aguentar e ela falou mais alto tira agora, meu pau estava quase explodindo de vontade de gozar no cuzinho apertadinho dela, mas tirei como ela mandou, deitei do lado dela desanimado por ela ter negado e ela pediu desculpa, falou que nunca fez porque doi de mais, falei que tava tudo bem e fui ao banheiro ao lado do quarto, lavei meu pau por ter colocado por traz e voltei já mandei ela deitar que queria então meter com força até gozar na bucetinha dela, ela sorriu e obedeceu, fui fazendo cada vez mais forte e ela fazendo cada vez mais barulho até que ela começou a gozar, e vendo isso eu também não aguentei, vi que ia gozar e tirei esporrando na bucetinha, barriguinha peitos e até um pouquinho no rosto, parecia que não acabava tanta porra, ela ficou sorrindo com cara de safada enquanto me olhava e sentia meu gozo quente pelo seu corpo todo. – Claro, quase todo dia eu venho pra cá de manhã, não vê como tenho a pele bem queimadinha? Sua esposa vai adorar!– Não, não tenho esposa, sou solteiro convicto. Não acreditava que aquela gatinha, pequenina e novinha pudesse ser tão safada.

…meu cuzinho já estava todo melado com a baba dele e aquela língua não parava de invadir meu rabo, até que senti uma pressão enorme e uma dor que nunca tinha sentido antes, não sabia o que era então tentei me virar pra ver e ele não deixou, continuou forçando e meu cu tava rasgando literalmente até que levei a minha mão para ver o que era e sabe o que eu peguei na entrada do meu cu? Peguei o punho dele, pq a mão tava toda dentro do meu rabo e ele forçando, delirei de tesao quando senti aquilo que a dor passou, comecei a rebolar na mão dele e meu pai começou a balançar, logo saiu muita baba dele e como eu tava de bruços no carro eu pude ver escorrendo aquele semen do meu pai, não cheguei a gozar mas tava quase, então ele tirou a mão de dentro e começou a bater na minha bunda, me chamar de gostoso, de cadelinha, de safado, me mordeu nas costas e orelha e meteu sem camisinha mesmo, com força e tesão, estava tomado pelo prazer, arranhava minhas costas, passava a mão, apertava minha bunda e eu pra provocar empinava bem e forçava contra o pau dele, ele gemia e uivava de tesão até que disse que ia gozar e perguntou onde eu queria, então eu pedi na boca, ele tirou de dentro e antes de eu começar a chupar peguei meu celular e liguei o flash pois estava noite e coloquei filmar e alcancei pra ele enquanto comecei a chupar aquele pau gostoso, lambi as bolas e passei a língua no cuzinho, ele gritou e disse que ia gozar, então eu chupei com vontade enquanto ele me filmava, jorrou porra na minha garganta que cheguei engasgar, tirei da boca e deixei derramar aquele leite grosso e cheiroso na minha barba e cara enquanto eu olhava pro celular com cara de safado, bati o pau na minha cara ate sair tudinho, muita porra, entrou ate no meu nariz.

Ele só gemia: ” isso, mama cunhadinha, mama seu macho”Enquanto isso ouvimos de fundo o barulho do meu maridão dando vários tapas na bunda da mulher do macho que eu estava chupando. Peguei no pau e comecei a punhetar ele pegou o meu e me punhetou e eu gozei antes de novo, só que desta vez ele não conseguia gozar eu estava adorando fazer aquilo mais meu braço começou a cansar e pedi para descansar um pouco e ele gemendo de tesão disse que o pau doía muito e que eu deixasse ele passar a cabeça na minha bunda, eu fiquei aturdido sem saber o que dizer mais ele implorou dizendo que doía muito e vendo que ele estava dizendo a verdade cedi, abaixei minha bermuda e ele veio por trás e começou a passou o pau na minha bunda e quando senti a cabeça encostar no meu rego me arrepiei todo, ele ficou ali batendo e passando o pau no meu rego e foi ficando mais e mais excitado e forçou a parte do meu corpo superior para baixo me fazendo empinar a bunda e fiquei quase de quatro e senti a cabeça do pau roçar no meu cu, e estremeci da cabeça aos pés ele forçou mais e empinei mais ainda e senti ele lambuzar todo meu cu com a cabeça do pau, aquilo me arrepiava muito e senti algo quente e melado no meu cu, Nando estava gozando jatos e jatos de esperma, depois fomos tomar um banho e ele agradeceu e perguntou se eu tinha gostado e eu disse que sim, estávamos nos esfregando e começamos a sorrir um para o outro.