Esposa pulando na pica do comedor

789 visualizações

31 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

789 visualizações

31 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Esposa pulando na pica do comedor

Esposa pulando na pica do comedor

Bora pra minha casa quando as aulas acabarem? Meus pais vão ficar fora a tarde toda fora. Esse ponto deve ter sido atingido enquanto penetrava a minha esposa, pois ela narrou que no inicio não achou o membro tão grande, mas que a cada entra e sai o negócio crescia mais e mais dentro dela.

O homem tirou a camisa, e caminhou em direção a ducha natural e enfiou a cabeça na água. depois ficou alisando a buceta dela. Desci da bicicleta ainda dolorida olhei para ele e dei um chau ele me puxou e me deu um beijo terno e me soltou fui para casa com a cabeça nas nuvens entrei pela porta da cozinha ainda atordoada quando ouvi minha mão dar um grito, nem preciso falar da bronca que levei a qual nem escutei, subir para o quarto tomei um banho e joguei fora minha calcinha que estava suja de sangue, depois do jantar e, mas broncas dormi como nunca. No meu trabalho entrou uma novata, novinha, muito bonita e daquelas que quando bem estimulada topa qualquer coisa, nos conhecemos e fomos nos aproximando aos poucos, nunca menti pra ela sempre disse que era casado, mas mesmo assim não conseguíamos ficar longe um do outro, ela sempre me provocando e eu resistindo, um dia ela faltou no trabalho, quando estava na hora de ir pra casa ela me ligou, disse que queria falar comigo com urgência, liguei pra minha casa e avisei que chegaria mais tarde.

Acendi o isqueiro a um palmo do rosto dela, esperei uns segundos antes de aproximar, ela encostou na ponta da chama dando uma tragada profunda, expeliu, o prazer era nítido em seu rosto. Ela pulou de costas para ele, virou, pulou de frente, ele pegava nos seios, ela abaixava o corpo, eles se beijavam…e eu já estava de pau duro vendo tudo aquilo.

Nesse momento não pude deixar de pensar no meu amigo, ele sempre gostou de contar vantagens para todo mundo, parecia que era o maior comedor da cidade (como se ninguém o conhecesse).

"Minha boca está seca e meu coração pulando.

Ela gemeu baixinho quando sentiu minha boca sugando seus mamilos, já durinhos de tesão.