Loirinha deliciosa levando no cu

1959 visualizações

1 min 3 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

1959 visualizações

1 min 3 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Loirinha deliciosa levando no cu

Loirinha deliciosa levando no cu

DS ficou de frente para ela abriu suas pernas deu mas uma lambida e a penetrou ela apertou ele arranhou as costas dele e disse não aguento mais, com todo o carinho que tem por ela disse quer que eu pare ela com todo carinho dela respondeu claro que não caralho rs ele pois as pernas dela sobre o ombro e começou a bombar ela não podia gritar pois morava em uma vila me mordia te tanto tesão imaginei que ele já tinha gozado até por causa do tesão que tinha nela mas não se segurou firme pois ela de 4 e deu duas bombadas na xota dela segurando seus seios lindos ela arriou os colocou a bunda pro alto e o rosto no chão ele montou nela e voltou a bombar ela segurava os travesseiros e eu por baixo chupando seu grelo quando do nada ela falou puta que pariu que tesão e esse sai e bota no meu CÚ coisa que eu nunca dei nem pro meu marido não ela já tinha me dito que já deu mas não imaginava que ela iria dar fui a loucura tbm imaginei agora ele morre sem pestanejar ele foi devagar com carinho quando ela disse bota logo essa piroca em mim, ele enfiou com tudo o gel era lubrificante tbm alem de esquentar ela ariou na hora não aguentou soutou um gemido e ficou ali deitada ele metendo foi quando me surpreendi mas uma vez ela me chamou mandou eu deitar de frente pra ela abriu minhas pernas e começou a me lamber com carinho apesar de esta levando aquela pica no rabo gozei instantaneamente ela lambia todo meu mel meu marido falou que não aguentava mais que iria gozar ela se virou e disse goza cunhado goza mas goza na minha boca ele ficou louco puxou nos duas e nos deu seu leitinho quente nos beijamos dividindo toda aquela porra q no final ela disse que nojo rs e caímos exaustos um encima do outro ali ficamos sem falar nada um com outro.

Ver a loirinha quase nua, somente com a saia tapando seus sexos, o deixava maravilhado.

Dona de praticamente nenhuma barriga, o que explicava a impressão de magreza, suas coxas roliças sempre apertadas em calças super-justas eram encimadas por uma deliciosa bundinha empinada.