Menage Poderoso258 Montado Na Casada E Marido Filmando Tudo

Menage Poderoso258 Montado Na Casada E Marido Filmando Tudo

Menage Poderoso258 Montado Na Casada  E Marido Filmando Tudo

Eu prestava muita atenção aos gestos dela pois havíamos combinado um sinal para aprovação do amigo.

Continuei montado nela, bombando com força e a Eloisa chupando a bucetinha da sobrinha.

A cena a qual eu estava inserida estava nas seguintes condições:uma boa parte das pessoas tinha ido para dentro da casa,tinha uns quatro em volta da piscina, e mais duas mulheres se agarrando com os maridos,encochando a respectiva mulher um do outro, não sei por e eu ter bebido quase todo o estoque de vinho branco que uma festa poderia oferecer ou se pela energia sexual que estava me rondando, não pensei um milésimo de segundo para responder e falei:Topo!Tranquei ele no quarto e o joguei em cima da cama.

Não perca a versão em áudio deste conto, que você pode ouvir em:E dai em diante ele constantemente colocava em minha imaginação a situação de eu estar transando com outro homem, e eu até gostava de fantasiar isso, mas nunca tive a intenção de por em prática, me faltava a coragem, mas ele não parava de falar sobre o menage-a-trois. Tenho 36 anos, e o meu gatinho de apenas 19, sou casada mas meu marido esta para o Japão a 03 anos, a trabalho (Sou Brasileira). Passei a frequentar mais vezes a casa do João, às vezes sem ele mesmo chamar. Resolvemos fazer outra posição,com Leona deitada de bruços,Lucas sentou e abriu suas pernas para comer aquela delícia de buraquinho e eu sentei do outro lado,também de pernas abertas para ela me mamar até que,já não aguentando o tesão acumulado,ficamos de joelhos a sua volta e eu disse:A gatinha vai tomar leitinho de mamadeira,tem duas pra você mamar bastante.

-Acho que vai ter que se aliviar sozinha, olha só como está molhada… – ele sorria, me filmando, entendi o que ele queria… Comecei a me masturbar na frente dos dois, que se masturbavam me vendo faze-lo também… No final, acabei toda molhada e respirando ofegante.