Morena Amadora Fudendo Em Local Publico Escondido

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

Morena Amadora Fudendo Em Local Publico Escondido

Morena Amadora Fudendo Em Local Publico Escondido

O local que ela iria estava fechado para o almoço e ela ficou na frente esperando, eu esqueci do ônibus e fiquei ali.

Você já transou em algum lugar público, Paty?”– “Não, só em quartos, mesmo…”, respondeu a morena, meio incomodada em demonstrar tanta inocência perto dos outros dois. Fomos para o quarto e ele me mandou ficar de 4 na cama, obedeci e ele começou a beijar minha bundinha que tanto ele admirava, dava uns tapinhas e dizia que não via a hora disso… dos beijinhos passou a lambidas com uma língua áspera que me tava me deixando com muito tesão novamente ele aproveitava e passava o creme nas minhas costas e chegou com a língua no meu cuzinho, ai eu delirei e gemi…ele abriu a minha bundinha com as mãos e enfiou a língua no meu cuzinho depiladindo como se tivesse alucinado por mim, ai eu rebolava igual uma putinha de verdade na língua dele e tava quase gozando, ai sugeri que ele se deitasse de barriga para cima, o que le fez, mais que depressa, eu fui por cima dele e comecei a mamar seu pauzão que parecia maior que no sofá apontando pra cima e ele abria minha bundinha e metia a língua, eu tava alucinado de tanto tesão e seu pau já estava babando novamente quando ele mando eu ficar de 4 novamente, peguei uma camisinha entreguei pra ele e pedi que fosse carinhoso pois eu não sabia se iria agüentar tamanho cacete na minha bundinha, ele sorriu e sussurrou no meu ouvido que iria ser bem carinhoso com o viadinho dele e jamais iria machucar a putinha dele. Observando por entre as finas frestas da porta entre aberta do quarto de nossos pais, Michele e eu espiávamos escondido, o que até então eu duvidava: mamãe e papai fudendo alucinadamente; ela pulava e rebolava em seu cacete, mexia os seios e soltava gemidos que de onde estávamos conseguíamos ouvir. mas lhe falou umas palavras de confiança e depois ate lhe falou uma poesia improvisada pra ela só pra fazer graça.

O amigo continua fudendo ela com força, e batendo na bunda dela, ela anuncia que vai gozar novamente aos gemidos, e nessa hora o amigo também fala que vai gozar, os dois gozam deliciosamente.

Vendo este lugar velo, fui tomado por um desejo de banhar-me naquelas aguas limpidas. Uns cinco anos mais nova, e apesar de um pouco mais magra, também era uma mulher muito bonita.

-Aahhhh não aguento mais tia. Ele via os seios dela pela primeira vez e entusiasmou-se. E trate de desligar e só amanhã quando eu acordar é que te chamarei para contar o resto.

Oi,tenho 18 anos,morena,cabelo longo e preto, e um corpo escultural (modéstia a parte).

Passei a alisar a buceta também e descobri que na parte de cima tinha um botão que cada vez que eu tocava sentia uma sensação deliciosa.