Morena caprichando No Boquete

Morena caprichando No Boquete

Morena caprichando No Boquete

A Letícia tinha um corpo parecido com o meu, mais ou menos a mesma estatura, porém com peitos um pouco maiores e com a bunda um pouco menor, além de ter cabelos, olhos e pele morena.

"– Caralho, vou gozar nesse cuzinho apertado! Ele falou socando com força.

Vejam se é possível a Meg fazer essa pergunta para o amigo que a levava a passear e pescar na lancha dele!Tudo começou quando Miguel mudou-se para o edifício onde morávamos. "Beto me buscou e fomos para o apartamento dele esperar o casal que estava a caminho, mas a espera foi meio difícil e logo estávamos nos pegando, Beto arrancou minha blusa para mandar uma foto para o casal, levantei a saia e sentei no colo dele que começou a chupar meus peitos, eu já estava toda molhada e tirei a calcinha porque precisava usá-la depois, não achei justo estar semi nua com o Beto vestido e arranquei a roupa dele, ele me agarrou os cabelo e me colocou deitada no sofá para me chupar, quando consegui me soltar fui direto chupar o pau duro dele, eu não estava mais aguentando de tesão e pedi para me comer, ele me colocou de quatro e meteu gostoso, mas eu adoro sentar naquele pau tortinho e joguei ele no sofá, sentei, rebolei e gozei… fomos tomar um banho e ficar bem comportados enquanto o casal subia. Adormeci, e de repente sinto alguém deitando ao meu lado.

e patricia ainda aticou da proxima nos vamos so nos duas ta amiga.

Para espanto da menina o seu Antônio enfiou aquela pica inteirinha dentro daqueles lábios rosados.

Tranquei a porta e nos deitamos na cama.

Fonte que não seca, fonte inesgotável de prazer.

Enfiou sua cabeça entre as coxas e procurava sua xaninha. Dediquei atenção especial a sua xoxota, ensaboando demoradamente e caprichando na carícia. Iniciei então a desejada massagem.

Consegui dormir mais um pouco,e por sorte minhas costelas não doeram mais,por enquanto…he he he…Ainda transamos mais duas vezes,com direito a mais uma enrabada gostosa,e antes que ele saísse para trabalhar dei-lhe de presente um boquete bem gostoso,que ele adorou. Os jatos subiam na minha frente me lambuzando minha boca, minha cara, meus cabelos, o cara parecia que não tinha gozado a muito tempo, tamanha quantidade de porra que saiu daquele pau, eu gozei junto de tanto tesão lambuzando o chão da sala e esfregando a porra dele na minha cara e na barriga dele, depois eu lambia e esfregava o rosto nela, hummmm que delíciaa, só de lembrar. Dizia que era a mim que ela amava….