Pornô Amador Muito Excitante Empregada Metelona Gozando Com Amante De São Paulo – Sp

54 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

54 seg

Categoria:

Tag: ,

Pornô Amador Muito Excitante Empregada Metelona Gozando Com Amante De São Paulo – Sp

Pornô Amador Muito Excitante Empregada Metelona Gozando Com Amante De São Paulo – Sp

Eu coloquei o meu celular para gravar o áudio porque meu namorado corninho queria ouvir tudo depois eu eu chegasse em casa! O Paulo começou a me pegar e me beijar, me encostou na parede, depois me virou e pegou na minha bunda e encostou o pau dele na minha bucetinha (fiquei tarada nessa hora). Enfiei minha língua bem lentamente e fundo lá dentro, o gemido era baixo, porém, muito excitante e excitado, quanto mais eu mexia a língua, mais aumentava o volume dos gemidos, foi então que me passou uma loucura pela cabeça, sem pensar duas vezes, levantei-me rápido abri a porta do quarto, me dirigi à cozinha e trouxe comigo o cachorro.

Mas antes mesmo de eu gozar, senti ela gozando, contraindo sua buceta e fechando as coxas ao redor do meu corpo.

– Então você ta namorando… Muito bonita ela, parabéns. "Meu nome e Eliza tenho 35 anos sempre tive muita curiosidade sobre sexo, acho que por ter pais que nunca esconderam sua sexualidade acabei tendo contato com esse mundo muito cedo, aos 8 anos já olhava as revistas pornôs do meu pai e os espiava sempre que podia, e aos 10 mais ou menos assistia os seus filmes escondida com minha irmã amas velha sempre que saiam nessa, época aprendi a me masturbar com a ducha do banheiro com um filme que vi, o primeiro orgasmo foi revelador passei a fazer todos dias quase fui pega várias vezes, minha primeira experiência sexual foi aos 11 e meio.

Chegando em casa meu namorido estava me aguardando com todo fogo do mundo e eu mortinha da Silva rsrs meu amante gostoso tinha sugado todas as minhas forças, mas eu tinha que mostrar serviço e transei com ele e tive fingir um orgasmo.

– Isabela tremia o corpo na boca da tia, que também estava completamente em ecstase. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Silenciosamente olhei pelo vão e meu queixo caiu! Lá dentro, meu pai fodia vigorosamente nossa deliciosa empregada.