Sexo caseiro com mulata

Sexo caseiro com mulata

Sexo caseiro com mulata

""Amo relembrar meu passado , quando adolescente !Hj tenho 24 anos , namoro , sou bi !Quando adolescente moleque transava com os moleques , era muito bom !Hj o tempo passou , uns casou e outros foram embora , mais sempre comoDizia eles , fui a primeira mulherzinha deles !Não me lembro bem como comecei , com quem comecei ,Mais já sentia uma atração por eles !uma transa Q me marcou muito , foi com um garoto, um corpo malhadinhoLindo , lindo , ele me intrigava pois era pegador , pegava umas gatinhas da escola !Mais por acaso nos aproximamos muito e ele se interessou por mim ,Saímos a primeira vez , fui na casa dele , já certo o pensamento Q ia dar pra eleEle ficou meio tímido no começo , começou com simples aperto no meu bumbum. Tudo começo quando agente foi passear em uma pracinha que tinha perto da minha vo quando vimos dois cachorros transando na época tínhamos 11 anos e não sabíamos o que era aquilo de pois fomos em bora eu lembrando da cena fomos brinca e perguntei se ela queria brinca de cachorrinho ela lógico aceito e logo fiquei em cima dela pra fazer igual ela disse mais vamos fazer igual o da pracinha tira a roupa ele tava colocando o negócio no outro e vc tem um parecido primo eu fui e subi nela e coloquei logo meu pinto na bunda dela ela disse que gostoso brinca disso ela viu meu pinto duro e disse vai primo eu fui e comecei a esfrega nela ela rebolava e tava bom e não gozava ainda mais mesmo assim fui ótimo lambi o rabinho dela aquela bunda pretinha pois ela é mulata bem gostosa e lambi sua buceta igual cachorro ela gemia e fico molhadinha em fim nossa vo nos chamos e tive que para mais teve mais nos próximos conto o que foi acontecendo durante esses anos""Ana Paula e Daniel se conheceram no colégio, começaram a ficar, de ficada em ficada, resolveram namorar sério, terminaram o colegial, entraram na faculdade.

Próximo ao casarão, moravam numa casinha um casal de caseiros e sua filha.

Não aconselho ninguém fazer isso.

A sensação de prazer toma conta dos nossos corpos. Amor, melhor, tesão a primeira vista.

O meu marido trabalha e fica o dia todo fora.

e ele gozou deliciosamente na minha boca.

Já tínhamos feito isso antes e até suruba mas com putinhas que conhecemos nas noitadas. Apesar do meu cú estar mais largo, ainda assim a penetração era sofrida, porque o pau engrossava muito no meio, e cada cutucada mais forte doía como se eu estivesse sendo rasgado.