Sexo linda gostosa safada ninfeta pelada amador buceta namorada siririca novinha

2557 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

2557 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Sexo linda gostosa safada ninfeta pelada amador buceta namorada siririca novinha

Sexo linda gostosa safada ninfeta pelada amador buceta namorada siririca novinha

Depois que aquela pica grossa já estava tudo dentro do meu cu, ele socava inteirinho e tirar até a portinha e depois socava de novo, apesar daquela dor horrível, eu comecei a sentir prazer a cada socada que ele dava ai eu pedi pra ele socar mais rápido e com mais força, meu sogro dava tapas na minha bunda, me chamava de gostosa e falava que o meu cu era uma delicia, de tanto ouvir pavões e sacanagens, eu entrei em transe e gozei como nunca havia gozado na vida, rapidamente ele tirou o pau do meu cuzinho e gozou na minha boca, fazendo com que eu bebesse toda a sua porra, depois nós tomamos um banho bem gostoso e ele me deu uma carona até a minha casa e durante quinze dias seguido, depois do banho, eu ganhava uma carona ……. Namoro uma novinha de 18 ano apesar de eu ter 24, a gente já fodeu de tudo o quanto forma, mas nunca tinha comido aquele cú…Já vinha pedindo várias vezes mas ela negava, tentávamos algumas vezes é ela desistia sempre uma vez quase forcei, quase?! Forcei um pouco, mas parei pois ela chorava muito…Certa vez eu voltei a tocar no assunto depois de muito tempo e muita foda bem dada naquela rata e ela concordou eu já nem acreditava … Dai ela foi lá em casa, começamos aquela coisa de sempre ela me chupava eu também, fodi ela de quatro mas não me vim até Pk minha tesão é muito longa faz uns 40 minutos pra eu ejacular, mas voltando depois de comer ela, pediu pra descansar um pouco…Dai nós dois na cama eu deitado e ela de costas pra mim, ela começou roçar o meu pai de 18 cm e grosso no cú dela eu ficava só acariciando os seios dela até que ela me perguntou se eu tinha lubrificante, não tinha!!! Mas peguei no creme e passei na cabeça ela ficou tentando enfiar , como o cú era virgem tive de meter com mais força até sentir ele lá dentro e fui fazendo devagar até que ela, grita: dá com com força caralho, se vais demorar!! Eu comecei foder aquele cú a 100 por hora, comecei a sentir toda porra vir com tanta força que não deu tempo de tirar pra fora e acabei gozando dentro dela, depois de tudo eu parecia estar nas nuvens pois era a primeira vez que gozava dentro do cú de uma mulher…depois dai voltamos ao nosso sexo normal mas até hoje eu não consigo esquecer essa experiência!!!""Olá meus amores meu nome é Ludmila e estou aqui para relatar mais uma de minhas aventuras sexuais.

– Ai, ai, que gostoso, ai…aiii… han han han hanAs coxas dela eram lindas.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Mas, o que fazer?A minha história começa aqui, quando estava fazendo minha rotineira corrida matinal, eram 6:00 da manhã, muita neblina,frio suportável,som alto nos fones, e ao virar em uma das conhecidas rua de meu repetitivo trajeto, fui atropelada!"Amanda: nossa putinha está adorando, não para de gemer.

A lembrança daquelas cenas estavam bem frescas na minha memória e não pude fazer outra coisa a não ser tocar uma deliciosa siririca. Ele não estava muito seco, o mel da sua buceta e seu goso tinham escorrido lubrificando-o um pouco, mas mesmo assim a dor foi descomunal, era o que ela queria, queria que doesse para que berrasse com toda sua força e a sogra preconceituosa e puta enrustida ouvisse o que o filho amado fazia com ela nesse exato momento. Mas final de semana tenho mais flexibilidade de horário, mas não vou para balada e não tenho namorada, nunca namorei. A noite meu pai se trancou no quarto com minha mãe e ficamos na sala assistindo até umas 11 horas quando falei que também iria dormir, entrei no quarto, coloquei uma camisola azul, bem curtinha e sem calcinha, que meu marido adora, apaguei a luz e me joguei na cama, mas não tranquei a porta, acho que foi de propósito para ver se meu primo tentaria alguma coisa, esperei um pouco e então ouvi a porta do quarto se abrindo, fiquei esperando e fingi que estava dormindo, ele sentou ao lado da cama e começou a passar mão nas minhas pernas e começou a subir até chegar na minha chana e então não pude disfarçar, pois estava muito molhada, ele percebeu e disse ” nossa que buceta grande e tesuda, tá me querendo né safada, agora vou te mostrar o que é um homem de verdade”, caiu de boca, me lambia toda, acho que em 8 anos de casada nunca tinha sentido tanto tesão e a essas horas nem me lembrava que era casada, gozei como uma vadia da boca dele, depois bateu uma sensação de culpa, afinal nunca havia traído meu marido, mas então pensei, isso é o que ele quer é o desejo dele por que não aproveitar, assim, justificava o sentimento de culpa.

Marcelinha parecia que estava em outro mundo, chuapava de olhos fechados e só parava para gemer, depois de algum tempo ela começou a gemer mais ofegante, alterou para mais alto, implorava para Claudia enfiar o dedo, Claudia não obedecia, só chupava revezando entre linguadas fundas e nas bordas, como não tivesse pressa em fazer Marcelinha gozar, chegou a hora, Marcelinha chegou a arranhar de deixar vergões na bunda gostosa de Claudia, e gemia como uma ninfeta atriz pornô, ela deu aquela gozada, que quando parou de gritar e gemer seus olhos estavam cheio de lágrimas.