Vídeo vaza na web putinha boqueteira faz garganta profunda com amante do parÁ

948 visualizações

23 min

Categoria:

Tag:

948 visualizações

23 min

Categoria:

Tag:

Vídeo vaza na web putinha boqueteira faz garganta profunda com amante do parÁ

Vídeo vaza na web putinha boqueteira faz garganta profunda com amante do parÁ

Foi aí que eles convidaram meu marido para participar.

"E quanto isso, a esposa dele se posicionava de frente a ela de pernas abertas para que minha esposa a chupasse com a mesma intensidade que ela havia chupado seu esposo, e então sem nenhum pudor ela o fez, levando a todos a loucura já que eu ao mesmo tempo era sugado por nossa amiga que entre respiração profunda causada pelo êxtase que minha esposa lhe provia e o ar para conseguir manter o ritmo. "Deixem me esclarecer um pouco esta parte confusa, por que foi confuso para minha cabeça no momento também; A Andréia , além de estar com a minha pica toda até a garganta estava conseguindo acariciar o meu cú com a ponta de sua língua.

Assim, numa noite, logo depois que o namorado foi embora a Bruna entrou na sala e nos viu assistindo um vídeo pornô onde duas mulheres transavam com um homem. O Durval também gostou, me deu nota 10, disse que nunca tinha sido chupado tão gostoso!– Uau… minha mulherzinha tá virando uma expert em boquetes!– Viu só? Ainda serei uma boa boqueteira, pode acreditar, tenho de praticar muito!– Safada!!! Mas continua, o que mais rolou?– Ah, os dois ficaram se revezando em me comer. Mas não lembro direito como aconteceu, apenas tenho flashes, acho que ele colocou algo na minha bebida, lembro que fui para o carro, ele me colocou no banco do carona e disse que íamos para o motel para ficarmos mais à vontade, quando o carro andou surgiu outro cara no banco de trás, ele tava escondido, tomei um susto e ao mesmo tempo fiquei morrendo de medo, mal conseguia me mexer, estava dopada, mas muito excitada também, o cara do banco de trás começou a pegar em meu pescoço, bjar minha nuca, pegar em meus peitos, eu estava com um vestido rodado branco, ele foi levantando e falando para eu ficar relaxada que eu ia gostar daquilo…eu sabia que não ia me livrar daquilo então comecei a entrar na brincadeira…peguei no pau do motorista por cima da calça… enquanto o outro já ia me masturbando, coloquei o pau dele para fora e comecei a chupar, depois o cara do fundo me puxou para o fundo, me deitou no banco e começou a chupar minha buceta, comecei a gemer gostoso nessa hora, n lembro bem por quanto tempo, chegamos ao motel…descemos do carro e antes de entrarmos no quarto ali mesmo os dois já começaram a rancar minha roupa com muita brutalidade, bater na minha cara e me chamar de puta…fiquei assustada e quis parar pois estava com medo… um deles puxou meu cabelo com força e me obrigou a ajoelhar para chupar ele e eu obedeci, o outro logo colocou o pau pra fora tbm e chupei um e depois o outro…subimos para o quarto e lá eles me deitaram na cama, eu estava muito grogue ainda e sem forças, não lembro muito bem como começou, mas lembro deles me chupando… um metendo em mim enquanto chupava o outro, ele socava muito forte e eu gritava como uma puta, eles tetaram comer meu cu e eu não deixava, mas estava muito fraca, então eles forçaram e eu comecei a chorar e pedir para parar, pois vc sabe que não gosto de anal, mas um deles me acalmou e colocou o pau em minha boca…então eu resolvi ser a putinha que vc sempre me pediu Mo…relaxei o corpo e me deixei ser comida, lembro que ainda falei “é só isso que vocês tem?”…eles ficaram com mais raiva ainda e socaram mais forte e me deram uns tapas fortes…gozei muito.

Vander fez questão do serviço completo e enfiou toda a sua vara do meu cuzinho… eu revirava os olhos de dor e prazer misturados… Meu amante então começa um vai-e-vem que me fazia ver estrelas.